Lilypie Expecting a baby Ticker

Mensagem sem sentido p'ra muitos...

domingo, setembro 24, 2006
Amiguinha!!! Estou contigo no meu pensamento... é hoje, não me esqueci!!
Vim aqui para te dizer que estou a torcer muito por ti neste momento (mas tu já sabias, não é??), quando quiseres, ou puderes eu estou aqui, pronta para te "ouvir"!!

Não te esqueças, pensamento positivo!!

Jinhos

Lena
 
posted by Chinesinha at 21:20, | 6 comments

Por um dia apenas

sábado, setembro 23, 2006
Nas margens de um qualquer rio, vejo passar sem cessar, a água que como a vida, segue o seu destino.
Queria apenas por um dia, saber o destino da minha vida que caminho é este que sigo, qual o fim que me espera, morte certa, sem dúvida, mas que morte, principalmente, até lá que Vida.
Queria saber para onde se destinam os meus passos, trémulos, hesitantes, como os de um estranho em terra estranha, não sei o caminho, não vejo sinais, apenas sei que tenho de caminhar, como a água do rio que passa, passando para não voltar, será viver isto? Saber para onde ir, por um dia que fosse apenas, levar-me-ia, mais perto, do destino, mas eu? Que fim terei? Que objectivo me espera? Está oculto nos meandros do Futuro, encoberto pela névoa do Inexistente.
Estou aqui, talvez apenas para estar, talvez para passar como do rio a água. Deixei sempre que o caminho aparecesse para dar o passo seguinte. Queria ver longe, queria distuinguir a Meta, ver o Fim... Talvez assim se tornassem firmes os meus passos, talvez assim fizesse sentido o meu percurso, talvez assim eu chegasse lá.
Mas sou água, desço perenemente o caminho, cegamente atrás de outras águas tão cegas como eu.
Por um dia apenas... Um dia do tamanho da Vida...

(Luis F. Carvalho)


É assim que me tenho sentido...
 
posted by Chinesinha at 13:06, | 4 comments

Em resposta à Eduarda

sexta-feira, setembro 01, 2006
Hoje nos meus comentário deparei-me com uma pergunta para a qual muitas vezes tenho pensado na resposta, aliás a resposta, essa tenho-a na ponta da língua.
A Eduarda fez-me esta pergunta: “Já fez Microinjecção Intracitoplasmática, notou algum diferença no seu corpo ou estado de espírito durante ou após esta terapia.”
A minha resposta a todas as “Eduardas” interessadas aqui fica.

Antes de iniciar a terapia fui bem informada pela equipa médica que me acompanhou, sabia com o que podia contar, no entanto as reacções são muito diferentes de pessoa para pessoa, e espero que isto fique bem claro a minha reacção pode não ser a mesma que as vossas.
Acho que o stress dum tratamento deste tipo influencia tudo o resto. Hoje vejo com muito mais clareza coisas que não via antes.

Mas vamos ao que interessa. A nível físico e psicológico houve algumas alterações, mais a nível psicológico, acho que maiores pelo facto de não ter dinheiro para fazer outro tratamento dentro dos prazos dados pelos médicos.

A nível físico senti (em especial nas roupas, acho que a olho nu não se detecta) que alarguei, a minha anca, que já não era “fina” ficou um tanto ou quanto sentida, mas isso não me importa, eu sinto-me bem, não engordei, continuo com o mesmo peso. Depois há a parte interna, aí sim houve mudanças e algumas dolorosas…
Após o tratamento os meus ciclos têm sido um pouco dolorosos, nada que os meus queridos “Ibuprofenos” não resolvam. Fiquei a saber o dia exacto de todas as minhas ovulações, quando as faço… Mas tudo se suporta, tudo se aguenta quando o desejo de alcançar uma vitória se põe à nossa frente.
Alguém me disse um dia, logo no inicio desta batalha que Deus nos escolheu, por saber que nós temos força e coragem para enfrentar tudo isto. E eu acredito nisto! Muitas vezes me vou abaixo, em especial neste último ano, com o passar dos meses, com o passar do “prazo” dado pelo médico, com o nascimento dos meus 3 (três) sobrinhos, mas que se lixe eu hei-de conseguir, seja quando for. Continuo a acreditar que o que tiver de ser, será, portanto vou esperar, vou continuar serena como até aqui

A nível psicológico vivi um turbilhão de sentimentos, primeiro a alegria de saber que finalmente ia tentar, depois com o passar dos dias, em especial na véspera da análise a ansiedade tomou conta de mim, e finalmente o desgosto, a tristeza, a raiva de tudo e de todas, a descrença, e eu sei lá o quê mais… foi um dia pra esquecer, que dificilmente esquecerei.
Durante o tratamento recebi a noticia que o meu irmão ia ser pai novamente e de gémeos. Fiquei toda feliz, mas acho que só naquele dia, depois veio a inveja (que sentimento ruim!). Eles ficaram receosos, por serem dois e tal… e já tinham outro, e eu pensava “Quem me dera…”, eu que sempre quis ter pelo menos dois filhos…
Depois foi a minha irmã, também ela estava grávida… ela que até só queria ter um filho, estava grávida do segundo… e eu fiquei feliz, mas voltei a sentir aquela inveja… Felizmente quer com um, quer com o outro correu tudo bem e os putos cá estão cheios de saúde e espero que assim continuem, mas a tia continua a ser só mesmo tia…

Hoje digo que nunca mais serei a mesma pessoa, ao rever este último ano vejo claramente que mudei, mas acho que se calhar estou melhor assim, sou e sempre fui uma pessoa alegre, hoje mais contida, embora me pareça que é normal. Normal não seria se o tratamento não me tivesse feito mudar, eu acho. Fiquei muito mais forte, não sou, nem nunca fui fácil de “derrubar” e depois do tratamento não fiquei nada melhor. Tenho um feitio muito especial e reconheço esse meu grande defeito. Fervo em pouca água, olha nisto fiquei melhor, agora “engulo mais em seco”. Mas a vida continua, e como sempre disse – Bola pra frente que atrás vem gente!! É pra frente que é o caminho, e eu vou chegar lá, não sei quando, mas que vou, vou!! E espero que tu, Eduarda, também.

Espero muito sinceramente ter respondido à tua questão.

Por tudo isto desapareci da net, não suporto que me estejam sempre a dizer que vou conseguir e tal, blabla, blabla, bla… Passo-me!!

Continuo a chorar com os negativos, e a dar pulos de contente com os positivos de todas quantas “conheci” neste mundo cibernauta, mas continuo a ler todos os blogues que lia, a frequentar os fóruns, agora tb o da API, e prefiro assim.

Jinhos

Lena
 
posted by Chinesinha at 14:39, | 7 comments